Mais notícias

Secom UnB

SAÚDE - 14/04/2016

Versão para impressão Enviar por e-mail
Luis Gustavo Prado/Secom UnB
 

Ex-alunos desenvolvem site de comparação de planos de saúde

Próximo passo é oferecer acesso à ferramenta também por aplicativo de celular
Thaíse Torres - Da Secretaria de Comunicação da UnB



 Tamanho do Texto

Marcos Vinícius Godinho, Gabriel Rodrigues e Tales Porto, são egressos de Ciências da Computação, e criaram uma maneira de simplificar o processo de escolha de um plano de saúde. Eles são responsáveis pelo Rhases, site que permite a comparação dos serviços sem precisar recorrer a um corretor.

“Tivemos essa ideia quando buscávamos informações para escolher nossos próprios planos de saúde. Percebemos que havia essa demanda e nada que pudesse ser utilizado aqui no país para supri-la”, explica Godinho.

O grupo enxergou possibilidades na iniciativa quando trabalhava em empresa da área de desenvolvimento de software. “Estávamos frustrados por trabalhar em projetos que não eram nossos e que acabavam não sendo utilizados por não considerarem as necessidades do usuário”, diz Gabriel Rodrigues. Ele afirma que, apesar de ganhar mais na antiga empresa, não voltaria. “Temos mais qualidade de vida agora que fazemos algo que achamos útil”.

O sistema, que por enquanto funciona apenas no Distrito Federal, faz uma busca para encontrar, entre os planos cadastrados, aquele que é melhor para o usuário.

A privacidade de quem procura a página é resguardada porque é preciso inserir apenas dados sobre a cidade desejada, a ocupação e o número de dependentes por faixa etária. Caso o usuário queria contratar o plano de saúde pelo próprio site, ele pode escolher o plano que desejar e informar, na tela seguinte, as informações pessoais.

O projeto foi financiado por edital da Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAP-DF) para startups. Os rapazes apresentaram a estrutura pretendida para a empresa e um plano de negócios. Para concorrer, precisaram dar uma contrapartida de 20% do valor concedido para o desenvolvimento do projeto. “Recebemos metade do montante e precisamos prestar contas no meio do ano. Depois, receberemos o restante e faremos a prestação de contas final”, explica Tales Porto.

PRÓXIMOS PASSOS – Os grupo têm outros projetos ligados à área de saúde. Até o fim do ano, pretendem incorporar a funcionalidade de marcação de consultas e acompanhamento. Quando o usuário cadastrado agendar consultas, haverá a opção de ser lembrado de eventuais retornos e poderá ser alertado sobre datas indicadas para fazer exames.

Eles pretendem oferecer ainda um serviço que permita ao usuário, de forma interativa e colaborativa, acompanhar as filas e tempo de espera nos hospitais cadastrados.

Para ajudar no desenvolvimento do trabalho, os rapazes estão procurando bolsistas de comunicação e saúde. Os interessados devem enviar currículo para contato@rhases.com.br

 

Todos os textos e fotos podem ser utilizados e reproduzidos desde que a fonte seja citada. Textos: Secom UnB. Fotos: nome do fotógrafo/Secom UnB.

Pesquisar Noticias [ ]

Fale conosco pelo
e-mail secom@unb.br